Logo do Jornal ODiário.com
Notícias Da Igreja
17/12/2015 - 08h28 - visualizações

Perdoar-se para ser feliz!

Autor Padre Edivan Pedro

Perdoe-se e abra caminho para a felicidade em sua vida


Você está sentindo o peso de seus erros passados? Aprenda a perdoar a si mesmo e a livrar-se da carga de vergonha e culpa. Perdoe-se e abra caminho em sua vida para a felicidade.
Lembre-se desses pensamentos simples:
  • Nós podemos fazer o mal, mas isso não significa que somos maus.
  • Todo mundo comete erros. Nós não somos um erro.
  • Concentre-se em mudar suas ações em vez de odiar a si mesmo.
  • Erros nos ensinam. Aprendemos com eles.

Aceite a culpa somente daquilo que você consegue controlar

Em alguns casos, podemos estar nos culpando por situações pelas quais não somos responsáveis, por coisas que outra pessoa fez a nós. Estamos pegando pedras que sequer são nossas para carregar. Você está carregando, desnecessariamente, o peso da vergonha e da culpa? Muitas vezes, vítimas de abuso tentaram explicar-me o porquê de elas merecerem ser abusadas. Elas desculpavam o abusador, ainda que nutrissem ressentimento, e depois colocavam a culpa em si mesmas. Todos esses sentimentos de vergonha, insegurança e culpa são difíceis de serem curados. Perdoemos a nós mesmos e perdoemos aos outros. Cuidado para não se culpar por coisas sobre as quais você não tem controle. Quando fazemos isso, temos uma falsa sensação de controle, que, de uma forma estranha, é reconfortante. Por exemplo, alguém que é vítima de abuso verbal pode dizer, “É claro que ele grita comigo. E sou preguiçoso!”. A mensagem ou a crença oculta naquela declaração é:” Se eu trabalhar mais, tudo ficará bem.” Isso nos permite manter o controle ou a convicção de que podemos consertar as coisas. A verdade é que não há desculpa para o abuso. Você pode ter feito coisas que não são motivo de orgulho, enquanto estava em um relacionamento tóxico, como o uso de drogas, álcool, ou disse coisas feias durante as discussões. Você até pode ser responsável por suas ações, mas isso não é desculpa para o abuso. Pessoas que abusam são responsáveis ​​por aquilo que fazem. Você não tem que ser perdoado por ser vítima de abuso.
  • Perdoe a si mesmo

    Você pode ter feito algo muito errado. Como começar a se perdoar? A maioria de nós (inclusive eu) já cometeu erros graves. Podemos ter quebrado as leis do país, as regras da família ou os mandamentos de Deus. Antes de perdoarmo-nos podemos querer corrigir o erro. Em cada um destes casos, os mesmos passos básicos de arrependimento podem funcionar universalmente.
  • Passos básicos para corrigir um erro ou obter perdão

  • 1. Reconheça que você fez algo errado

    Encarar seu erro e olhar para ele com clareza lhe permitirá examinar os passos que o levaram a cometer esse erro. Por exemplo, se você está gritando com seus filhos, ao examinar o problema, você poderá concluir que precisa melhorar como pai ou mãe, fazendo algum curso voltado aos pais, ou está nervoso porque não está dormindo o suficiente.
  • 2. Permita-se sentir remorso

    Aprenda com seus erros, mas evite se lamentar e culpar-se por eles.
  • 3. Corrija o erro

    Por exemplo, se você roubou alguma coisa, devolva o que roubou ou tente fazer algo parecido. Se isso aconteceu há muito tempo, ou se não tiver meios de devolver, faça o melhor que puder, ou faça algo simbólico. Se você roubou alimento, doe alimento.
  • 4. Dê o melhor de si para não repetir o erro

    Caso repita o erro, retorne ao passo 1. Para os leitores cristãos: Somos ensinados que o Salvador expiou por nossos pecados – todos os nossos pecados. Isso significa que Ele compensou, ou pagou por seus pecados, assim como pelos meus. Ele ofereceu-se voluntariamente para carregar o fardo, ou peso, de seus pecados ou pedras imaginárias. Certa vez, fizeram-me uma pergunta instigante. Eu estava listando os meus defeitos, quando me perguntaram: “A expiação do Salvador não foi boa o bastante para você?” Faça essa pergunta a si mesmo. O Salvador deu-lhe uma dádiva, ele tomou sobre si os seus pecados. Se você acredita nisso, então essa dádiva foi boa o suficiente para expiar por seus pecados? As pessoas costumam dizer: perdoar e esquecer. Você não precisa esquecer para conseguir perdoar. Esquecer, neste caso, pode significar “deixar para lá” e permitir que o processo de arrependimento tire o “ferrão” da memória. Mas tenha em mente que, às vezes, é importante lembrar dos erros cometidos, a fim de não mais repeti-los.
  • Quando você estiver pronto para se perdoar, você pode

    • Fazer uma oração para pedir perdão.
    • Fazer as pazes, mas se não for possível, fazer algo simbólico para fazer as pazes.
    • Se você cometeu o erro no passado, escrever a seu eu mais jovem uma carta e dizer-lhe o que ele precisa saber.
  • Livre-se dos fardos

    Em pequenos pedaços de papel, escreva os sentimentos que lhe afligem, como o de autoaversão ou de culpa. Coloque-os em sua carteira e carregue-os consigo. Em um momento de paz, quando se sentir pronto para deixá-los para trás, pegue o papel e enterre-o, ou queime-o ou faça qualquer coisa simbólica que lhe faça bem. Pegue algumas pedras, escreva nelas coisas que você fez de errado e guarde-as. Quando sentir-se pronto ou quiser perdoar-se, encontre um lago calmo, um córrego ou parque. Jogue-as, o mais forte que puder, e diga: “Eu estou deixando para trás… [mencione algo de que queria se livrar].” Vamos lá, livre-se do fardo de sua vergonha e culpa! Vire-se para o Ser Supremo. Confie no poder Dele de suportar este fardo por você. Lembre-se, todos nós cometemos erros, mas não somos um erro. Seja gentil com você mesmo enquanto a ferida cicatriza.
Fonte: Familia.com.br
598825
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas