Logo do Jornal ODiário.com
Notícias Da Igreja
15/07/2016 - 08h12 - visualizações

Oficinas de Oração 2016

Autor Padre Edivan Pedro

Nova turma para Oficinas de Oração


Oficina de Oração e Vida no Santuário Nossa Senhora Aparecida da Vila Nova


Início: dia 08/08/2016 – segunda-feira


Horário: 19:30 às 21:30 hrs.


(Será uma vez por semana durante 14 semanas)


Local: Santuário Nossa Senhora Aparecida (Vila Nova)

Venha desenvolver a prática da oração diária e criar uma profunda intimidade com Deus.


Inscrições:


Com o Sr José B. Violato – 3323-8226


Margareth – 9116-3409 ou


Na Secretaria do Santuário – 3329-1039


 

O que é:

Oficinas de Oração e Vida (TOV) é um movimento eclesial católico, criado por Frei Ignácio Larrañaga em 1984. É um serviço apostólico, único, aplicável em todos os países, que chegou à aprovação da Santa Sé. A criação desse movimento é resultado dos Encontros de Experiência de Deus iniciados no Brasil em 1974.

As Oficinas de Oração e Vida foram fundadas em 1984, como proposta de uma nova evangelização “vibrante e positiva, embasada no amor e não no temor”.

Estão presentes em mais de 40 países e contam com 18000 responsáveis (chamados “Guias”) que “ensinam as pessoas a orar de uma maneira experimental e progressiva, introduzindo-as na oração litúrgica e na vida sacramental”.
O método recebeu uma primeira aprovação do Pontifício Conselho para os Leigos em 1997, como Associação Internacional Privada, de Direito Pontifício, confirmada depois em 2002.

 

Características :

- Uma espiritualidade

- Um instrumento de evangelização

- Uma atividade Orante (onde se aprende a orar, vivendo e praticando)

As Oficinas têm como pontos principais:

  1. Fundamentação Bíblica, com textos para ler e meditar a cada dia; 2. Colocar Cristo como centro: com a pergunta “Que faria Jesus em meu lugar?” 3. Fomentar as vocações apostólicas, 4. Ser um serviço eminentemente laical; 5. Praticidade: “as Oficinas não são uma doutrina, tampouco uma teoria ou teologia; orando se aprende a orar”; 6. A atividade orante dá-se passo a passo e adapta-se à pessoa: “a oração é graça, mas também arte”; 7. São “libertadoras e curadoras”: o participante chega paulatinamente a “se libertar de tristezas e angústias, a curar feridas, a superar complexos, recuperando o sentido da vida e a alegria de viver”; 8. Suscitar o compromisso com os pobres e promover os valores evangélicos.


 

599106
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas