Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-45
21/07/2010 - 13h06 - visualizações

Brasileiros em Gunma

Autor Eduardo

.

É notícia no The Mainichi Daily News a prisão de dois brasileiros suspeitos de assalto em Ota, na Província de Gunma.  Um tem 22 anos e outro 46. Os dois residem em Toyokawa (Aichi). A dupla teria roubado 4.900 ienes e a bolsa de uma japonesa de 47 anos. Eles teriam usado uma faca para ameaçar a vítima.

Ota fica ao lado de Oizumi, cidade japonesa com maior concentração de brasileiros. Os estrangeiros representam 16% dos 50 mil habitantes - 11% são brasileiros. Em Ota e Oizumi, o envolvimento de brasileiros em crimes é frequente, o que gera muitos conflitos.

O maior exemplo desses coflitos é o ex-prefeito de Oizumi, Hiroshi Hasegawa, que já foi até chamado de Le Pen japonês. Jean-Marie Le Pen, o xenófobo líder da extrema-direita francesa, que fez campanhas eleitorais acusando os imigrantes por todos os males da França, em especial a criminalidade. Os discurso era que os dekasseguis  “geram problemas como a criminalidade, inadimplência no pagamento de seguros e imposto de renda e que desrespeitam regras de convívio social, como despejar de forma errada o lixo urbano”.

Durante a Copa do Mundo, a Prefeitura de Oizumi criou um departamento especial para evitar tumultos nos jogos da seleção. Em 2002, a administração recebeu dezenas de reclamações durante as comemorações.

531365
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas