Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-52
01/08/2014 - 16h03 - visualizações

Empreendedores

Autor Marco Tadeu

Uma das mais objetivas e pertinentes definições do termo “empreender” é aquela que o classifica como o ato de “resolver-se a praticar algo laborioso e difícil, realizar, inovar”. Sob esta perspectiva, empreender é olhar adiante, abrir os caminhos, suplantar desafios e, enfim, fazer acontecer.
Maringá é, portanto, uma cidade empreendedora ou, ainda, uma cidade de empreendedores. Basta olharmos nosso passado: surgida dos planos ambiciosos de colonização da região, ainda na década de 1930, e de pranchetas de urbanistas visionários ao longo das décadas seguintes, tornou-se o que é no presente graças ao espírito empreendedor de homens e mulheres com visão e senso de oportunidade. Assim é, até hoje, e é bastante provável que assim seja quando já nenhum de nós aqui estiver. Das gerações oriundas de outras partes, das já aqui nascidas, dos que aqui chegaram e continuam chegando ao longo dos anos, o traço comum e determinante é o mesmo. O DNA é um só.
A ACIM, nascida pelas mãos de muitos destes mesmos ilustres pioneiros e, sobretudo, empreendedores na mais literal acepção do termo, tem sua imagem histórica fortemente atrelada aos que a idealizaram, ergueram e, a cada conquista, solidificaram como uma das mais – se não a mais – notável entidade congênere no Brasil. É uma imagem forte, que se confunde com a belíssima história da cidade e representa a posição institucional da ACIM. É a alma da nossa associação, o DNA que compartilhamos com nossa comunidade. E é um valor imutável, esculpido na rocha do nosso caráter cidadão e associativista.
Por isto hoje, do presidente aos diretores e conselheiros, passando por associados e colaboradores, somos todos fiéis depositários deste legado. O legado da visão empreendedora, da reverência ao passado aliada ao exercício da inovação, da quebra de paradigmas e da coragem dos homens e mulheres que nos trouxeram até aqui.
Nossa missão, pois, é carregar a tocha pelo tempo que nos cabe com o mesmo propósito e a mesma responsabilidade. É unir a sociedade empreendedora que nos abriga e agregar sua maciça participação, dando mais alguns passos na direção do futuro ao pisar pelos mesmos caminhos que nos foram confiados pela História. É viver o empreendedorismo em sua plenitude, como fizeram aqueles que nos precederam.

533983
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas