Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-57
23/10/2012 - 14h22 - visualizações

Defesa burra

Autor Alan Maschio

Raras são as vezes em que tenho diante de mim a chance de explicar porque este espaço chama-se "Antiblog".

Pois eis que surge uma dessas.

Vamos à tal:

Em 2006, quando eu era repórter em um impresso de Londrina, vi que o editor de capa estava prestes a ir embora  cerca de 2 horas antes do fechamento do jornal. A primeira página estava pronta sem que todos os repórteres tivessem voltado da rua.

Achei estranho, a ponto de comentar o ocorrido com uma amiga - que por coincidência, também é amiga do tal editor.

"Fulano é muito rápido", ela disse, tentando defendê-lo.

No que eu respondi:

"Phoenix, eu também sou seu amigo, e tenho certeza de que no dia em que eu precisar ser defendido por você, você vai fazê-lo. Mas me faça um favor: seja justa. Não me defenda se eu estiver errado."

Ela consentiu.

É isso o que eu chamo de "defesa burra": aquela que é feita sem argumentos, simplesmente porque, ao acaso, você está de um lado e, por inércia, o defende.

Pois é isso  que me causa nojo na internet.

Na web - e aí leia-se Facebook, em especial - as pessoas se comportam em manadas: a turba anda pelos caminhos percorridos pelo boizinho que está à frente tocando o sino.

As pessoas se tornam acéfalas, reproduzem o que seus "anfitreões" as pedem.

Em função disso, venho com toda a humildade pedir aos meus fiéis leitores - todos os 19 (rumo à liderança!):

Quando vocês julgarem que eu estou errado, por favor, fiquem do meu lado: não me defendam.

536026
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas