Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-59
17/04/2011 - 07h34 - visualizações

Temer

Autor Alexandre Kireeff

Como não pude estar presenta na ExpoLondrina durante a visista do presidente em exercício Michel Temer,segue adiante material enviado pela  super competente assessoria de imprensa da Rural :

 A possibilidade de uma tramitação tranquila do projeto de lei do novo Código Florestal no Congresso Federal foi destacada pelo presidente em exercício, Michel Temer, e pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi, durante a visita à ExpoLondrina na manhã deste sábado.

Os dois declararam que numa reunião na quarta-feira entre ministros, deputados e lideranças chegou-se ao consenso na maior parte dos pontos. “Se houver divergências na votação, serão pontuais”, afirmou Temer.

Michel Temer destacou a força da agricultura no Paraná. “Venho visitar a Exposição num momento extraordinário, quando a agropecuária tem uma ênfase inclusive na China, durante visita da presidente Dilma”, disse, lembrando que a presidente abriu o mercado para venda de carne suína e negociações para carnes de frango e bovina.

O presidente em exercício declarou que a visita à ExpoLondrina demonstra a preocupação do governo federal com o agronegócio, segundo ele, o “suporte da nação”.

Temer e o ministro Wagner Rossi destacaram o papel dos produtores rurais no desenvolvimento do Brasil. Rossi afirmou que o Brasil foi abençoado pelas condições para a agricultura, mas ressaltou as condições no Paraná.

“Temos então que dar suporte a esta galinha dos ovos de ouro”, disse. O ministro afirmou que o bom desempenho da agropecuária, que teve um superávit de US$ 63 bilhões cobriu o déficit da indústria e comércio.

Rossi afirmou que a discussão da comissão de agricultura da Câmara com lideranças e os ministros da agricultura e Meio Ambiente acabou com as principais divergências do Código Florestal. “Cremos que a tramitação será fácil, pois apenas em alguns pontos não houve consenso”, disse.

Falando aos jornalistas, o ministro declarou que “não se pode aceitar que os produtores que contribuem com o crescimento da Nação sejam penalizados por utilizar a propriedade para produzir”. Segundo ele, os que pressionam para limitar a propriedade são os países que acabaram com seus recursos naturais e “agora querem vir aqui nos dizer como devemos fazer as coisas. Nós temos 55% da cobertura original”. Rossi destacou que os produtores há 120 anos obedeciam a lei ao cortar as matas para cultivar a terra. “Como vamos condená-los agora?”, questionou.

A discussão em torno do Código, segundo, Rossi, foi realizada com base científica e técnica.
Temer afirmou que o sucesso da 51ª ExpoLondrina revela a capacidade dos produtores do Estado. “O Paraná é onde se faz a América”, disse, fazendo uma alusão ao seu pai, que evocava a frase quando queria qualificar um bom lugar.

O governador Beto Richa afirmou que os produtores nunca se negaram a defender a natureza. “É preciso conciliar a produção e preservação dos recursos naturais”, disse. Richa destacou o apoio que tem recebido do governo federal e reforçou o pedido para resolver os problemas com aeroportos e Porto de Paranaguá.

Gustavo Andrade e Lopes, presidente da Sociedade Rural do Paraná, afirmou que o tema “O show de quem produz”, da  ExpoLondrina 2011, tem como objetivo homenagear os agropecuaristas, que produzem alimento e riquezas e integram cidade e campo.

“São os protagonistas da produção”, disse. Ele destacou a participação na exposição de animais de alta tecnologia, máquinas e biotecnologia. Ele entregou o troféu ExpoLondrina a Michel Temer.

O prefeito Barbosa Neto enfatizou o êxito da ExpoLondrina 2011, com apresentação de tecnologias, atualização de mercado e palestras técnicas. “Aqui pulsa a vida”, sintetizou.

Ele agradeceu também a acolhida dos pedidos que estão sendo encaminhados ao governo federal, sobretudo dos recursos para a melhoria da infraestrutura, como as transposições da BR-369.

Participaram da cerimônia que envolveu o pronunciamento do presidente Temer, o Ministro da Agricultura, Wagner Rossi;  o governador Beto Richa; o prefeito Barbosa Neto; o ex-deputado federal e assessor da vice-presidência, Rodrigo Rocha Loures; o ex-governador, Orlando Pessuti; os secretários estaduais da Fazenda, Luis Carlos Hauly e da Agricultura, Norberto Ortigara; os deputados federais, Alex Canziani, Andre Vargas, Moacir Micheletto, Nelson Padovan e Osmar Serraglio.

536778
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas