Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-77
11/02/2016 - 16h16 - visualizações

Muçulmanos proíbem propaganda com Neymar

Autor Francês


.
A propaganda proibida na cidade sagrada dos muçulmanos


Cartazes de campanha de uma conhecida rede mundial de fast food que exibe uma foto do jogador Neymar tendo à frente um grande sanduíche, foi proibida e retirada de Meca, a cidade sagrada dos muçulmanos na Arábia Saudita.


Foram tantas as críticas nas redes sociais que pressionados por grupos religiosos, políticos intervieram e os estabelecimentos que vendem o produto consideraram melhor retirar a propaganda. Segundo um representante da câmara local, os cartazes “violam a santidade religiosa” das ruas de Meca, cidade visitada por milhões de muçulmanos em peregrinação.


A razão da "violação da santidade" não foi explicada, mas uma observação pertinente é a de que o ídolo do futebol professa a fé católica, e os católicos e muçulmanos já se bateram muito naquela região, onde nasceu o profeta Maomé, desde os tempos antigos.


Outras razões, seriam a de que a rede de fast food também vende produtos haram, alimentos proibidos para os muçulmanos. No caso da carne: a proibição de suínos e derivados, e também da carne de outros animais que foram abatidos sem observância de acordo com a lei islâmica, degolados e com a retirada de todo o sangue, ou em nome de outro que não seja Alá.


550453
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas