Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-82
14/11/2011 - 09h23 - visualizações

Mosca negra preocupa viticultores de Marialva

Autor Luiz Fernando Cardoso

A colheita da uva em Marialva começou na semana passada com boas expectativas, porém, com atenção redobrada para uma "nova" praga: a mosca negra do citrus. O risco desse inseto às videiras da Capital Nacional da Uva Fina foi discutido no 24º Encontro de Viticultores de Marialva, na quinta-feira (10).

O receio é que a mosca hospedeira de espécies cítricas, que já teve casos registrados no Paraná este ano, dissemine-se e chegue aos parreirais. Sem a devida cautela, a praga poderia comprometer uma produção estimada de 50 mil toneladas de uvas finas - nesta e na safra temporã, no meio do ano - nos 1.500 hectares ocupados pela cultura no município.

A agrônoma da Secretaria de Estado da Agricultura (Seab), Sônia Vicentini, palestrou esta semana a produtores de Marialva, dando o alerta. "Como foi constatado casos em Mandaguaçu, em maio, preferimos alertar os viticultores", destacou. Segundo Sônia, os produtores precisam estar bem informados para saber como agir se a praga aparecer.

Leia a matéria completa em odiario.com.

591187
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas