Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-92
17/02/2017 - 19h01 - visualizações

Tecpar confirma investimentos em Maringá

Autor Diniz Neto

Reunião no final da tarde desta sexta, 17, em Curitiba, entre o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, e o presidente do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Júlio César Felix, definiu localização das futuras instalações da empresa em Maringá. O investimento de R$ 61 milhões para fabricação de medicamentos e vacinas será feito em terreno de 70 mil m2 doado pelo município. O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), José Carlos Valêncio, também participou da reunião.

Inicialmente, a empresa seria instalada em terreno de 100 mil m2 conectado à etapa 4 do Loteamento Cidade Industrial, cuja precária infraestrutura está sob investigação da Câmara de Vereadores e com pedido de auditoria no Tribunal de Contas do Estado. A falta de rede de esgoto, água e energia, além de autorização de órgãos ligados ao meio ambiente, inviabilizou o uso do terreno para instalação da empresa, conforme relatório elaborado pela Secretaria Municipal de Obras Públicas.

“Assim que confirmamos a impossibilidade da Tecpar se instalar no local, nos apressamos em definir outro terreno e apresentar à diretora da empresa. Trata-se de um empreendimento de extrema importância para a cidade, a começar pela geração de emprego”, afirma Ulisses Maia. A fábrica vai demandar mão-de-obra qualificada para finalização de medicamentos e vacinas, como antirrábica, já produzida pelo instituto. “Estamos na cidade há mais de 30 anos e pretendemos reforçar ainda mais os laços com o município”, disse o presidente da Tecpar, Júlio César Felix.

A produção desses medicamentos biológicos e hemoderivados pelo Tecpar deve gerar 250 empregos diretos e qualificados, além de envolver mestres e doutores especializados em pesquisas para auxiliar o desenvolvimento dos produtos. O presidente da Acim, José Carlos Valêncio, destaca o esforço do prefeito Ulisses Maia e da comunidade empresarial da cidade para atrair o parque biotecnológico Tecpar para o município. “Esse centro de tecnologia vai gerar empregos e absorver mão de obra qualificada na área da saúde”, disse.

Com a definição do novo terreno, a prefeitura vai encaminhar à Câmara projeto de lei revogando a doação do antigo terreno e fazendo cessão da nova área. “Encontramos a melhor solução para preservar o investimento na cidade. Esse esforço garante que sejam gerados empregos qualificados em Maringá”, disse Ulisses Maia, acrescentando que reconhece a urgência da Tecpar em iniciar as obras e que vai agilizar, junto com a Câmara, os processos burocráticos para viabilizar rapidamente o investimento.

638851
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas