Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-92
15/03/2017 - 16h00 - visualizações

A identidade local como um elemento fundamental do desenvolvimento

Autor Diniz Neto

.

O Centro de Estudos em Sustentabilidade (FGVces) da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (Eaesp-FGV) é um espaço de estudo, aprendizado, reflexão, inovação e de produção de conhecimento, integrado por pessoas que formam um quadro de formação multidisciplinar. Tem como missão expandir continuamente as fronteiras do conhecimento, contribuindo para um desenvolvimento sustentável, no âmbito da administração pública e empresarial. Busca ser um espaço de excelência em cocriação, compartilhamento e aplicação do conhecimento.
A Revista Página 22, publicada na internet, é um canal jornalístico de comunicação do FGVces com a sociedade que se coloca como fórum de debates, reflexão e aprofundamento das questões fundamentais da sustentabilidade. Atua como um radar de tendências e apresenta propostas.

O texto "A identidade local como um elemento fundamental do desenvolvimento" é muito interessante, ao avaliar e propor que o desenvolvimento não pode ser feito apenas com obras ou grandes investimentos. Só é possível na perspectiva da inclusão dos "seus habitantes, sua rede de empresas, suas instituições governamentais, seu diversificado tecido social".
"'Esses elementos articulados conformam arranjo único – entre instituições, empresas, mercados e governos – que dá identidade a um território e o torna ator fundamental do desenvolvimento. Supõe-se que seja através desse arranjo que uma realidade local, um território, pode reorientar, ajustar, fazer convergir as grandes forças do Estado e do mercado em prol de suas necessidades', afirma o professor Francisco de Assis Costa, professor do Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal do Pará (UFPA) e do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea) nesta entrevista".
"O objetivo do desenvolvimento local, portanto, vai muito além do crescimento econômico e da riqueza material proporcionada por vultosos investimentos em grandes obras de infraestrutura como as que temos em várias regiões do Brasil. Ao fim e ao cabo, almeja a distribuição de renda, a descentralização do poder e o protagonismo local, com o propósito final de promover bem-estar às pessoas que ali convivem".

O texto completo está no site P22. Acesse aqui.

638879
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas