Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-92
26/06/2017 - 14h31 - visualizações

Exposição

Autor Diniz Neto

.

Até o início de julho, a Câmara Municipal de Maringá expõe obras do artista plástico José Antonio Firmino. São sete trabalhos que compõem a quarta da série “O que não ficou na parede”. A matéria-prima dessas criações é a lixa usada em construções civis. “Sobre elas eu utilizo pigmentos, cola, faço desenhos ou dobraduras. É a apropriação de algo existente que ganha caráter artístico”, explicou Firmino que há mais de 40 anos trabalha na área.
Suas obras também já foram expostas nos Estados de São Paulo e Minas Gerais, além de outras cidades do Paraná. Embora viaje a trabalho boa parte do ano, Firmino escolheu Maringá como residência há 30 anos devido à qualidade de vida. “Aqui eu circulo de bicicleta, ando com relativa tranquilidade nas ruas e saio para qualquer parte do mundo. O que falta mesmo na cidade é a valorização da arte pela sociedade e, naturalmente, a criação de espaços adequados às diversas formas de expressão: música, pintura, escultura, teatro entre outras”, comentou.

639377
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas