Logo do Jornal ODiário.com
Sem Categoria-93
18/01/2016 - 17h05 - visualizações

São Francisco de Assis é o novo advogado de Lula

Autor José Pedriali

Lula dispõe de uma formidável banca de advogados, a começar por seu compadre Roberto Teixeira, amigão para expor em quadro de moldura entalhada em marfim, tamanha a sua generosidade – que remonta aos tempos heroicos das greves do ABC, quando o rico advogado cedia sua bela casa ao pobre líder sindical...

Lula tem advogado pra isso e aquilo, tantas são as frentes de investigação a que está sendo submetido, direta ou indiretamente.

Mas o cerco se aperta, e Márcio Thomas Bastos – que o salvou do mensalão, entre outras encrencas – morreu. Então, Lula apelou para o tarimbado Nilo Batista, do Rio, um dos mais notórios – e caros – criminalistas do país.

Batista vai tentar aliviar a barra no caso em que Lula está mais frágil, o que envolve seu filho caçula Luís Carlos na Operação Zelotes. O menino recebeu R$ 2,4 (ou 2,5?) milhões de um lobista preso por corrução ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa por ter corrompido agentes públicos para obter a aprovação de medida provisória que atendesse a interesse de seus clientes do setor automobilístico.

Nem o filho prodígio nem o contratante conseguiram comprovar a prestação de serviço que justificasse tamanha bolada. Vai sobrar para o papai, vai sobrar: afinal, por que o filho receberia essa fortuna se não é agente político; o agente político é o papai, que assinou a MP.

E eis que o advogado informa que trabalhará de graça para Lula! Abrirá mão, portanto, de um cachê de dar inveja a astro de Hollywood, já que seus colegas da Lava Jato cobram de R$ 2 milhões, quando o réu é chinfrim, a R$ 15 milhões, quando o dito cujo é um do porte de Marcelo Odebrecht.

Que profissional desapegado, esse! Conquista como cliente o homem mais poderoso da República (depois do juiz Sergio Moro...), pois é Lula quem governa de fato o país; um homem rico, que amealhou R$ 27 milhões realizando “palestras” para empreiteiras que desviaram uma fortuna faraônica dos cofres públicos, e... decide não cobrar nada, sequer um tostão!

O nobre causídico faz isso, certamente, para o bem do Brasil, o restabelecimento da verdade, a prevalência da Justiça, a salvação dos pobres e oprimidos, que ficarão órfãos se Lula, seu patrono, acabar no xilindró.

Nilo Batista é o São Francisco de Assis dos perseguidos pela Justiça!

Aleluia, irmão, aleluia!

Rezo ao santo – o autêntico – para que opere em mim o milagre de acreditar em seu discípulo.


Amém.

647576
0 Comentários
Foto do usuário que comentou a matéria

Relacionadas